PING PONG Interview – com Marina Carvalho

Estava com saudade desta categoria aqui no Blog. Vou tentar postar nela com mais frequência! E para voltar em grande estilo, a entrevista de hoje é com uma das minhas autoras nacionais atuais prediletas: Marina Carvalho, autora de Simplesmente Ana e Azul da Cor do Mar.

12

Sweet Little Books – Antes de tudo, quero agradecer por esta entrevista para o Blog. Seja muito bem-vinda.

Marina – Olá, Anna! Quem agradece sou eu. Obrigada pelo carinho.

SLB – Quem é a Marina Carvalho? Como você se resumiria?

M – Sou uma mineira comum, bem pé no chão, mas que não se inquieta e quer sempre ir além. Nunca me contentei em esperar as coisas acontecerem de mão beijada. Por isso corro atrás dos meus ideais, sonhos e projetos.

SLB – Você possui dois romances destinados ao público jovem publicados. Pensa em escrever uma história com um enredo diferente algum dia?

M – Se me permite a comparação, vou citar Nicholas Sparks. Ele costuma dizer nas entrevistas que não tem a intenção de mudar de gênero porque já autenticou um público. Suas histórias fazem sucesso do jeito que são. Penso igual a ele. Formatei uma “cara” para os meus textos, adotei um estilo e parece que deu certo. Então, hoje, não tenho intenção de mudar isso. Gosto de escrever romances para os jovens.

SLB – Simplesmente Ana teve ótimas críticas, mas é inevitável a comparação com a obra da Meg Cabot, Diário da Princesa. Eu que li, pessoalmente acho que a história, mesmo tendo suas semelhanças, são bem diferentes nos seus estilos. Mas como você lida com essa comparação?

M – Adoro as comparações. Em momento algum me senti intimidada ou infeliz por elas. Inclusive, eu cito o “Diário da Princesa”, meio que indiretamente, em “Simplesmente Ana”. Sou fã de carteirinha da Meg Cabot e acho que relacionar minha obra com a dela acaba sendo uma divulgação positiva para mim. (risos) Mas deixo claro: não me baseei na história da Mia Thermopolis para escrever sobre a Ana. Busquei um mote comum (menina que se descobre princesa de repente) e trabalhei numa premissa bem diferente.

SLB – Como foi a inspiração e a produção de Simplesmente Ana? Os personagens foram inspirados em pessoas reais?

M – Gosto muito dos contos de fadas. Foi neles que surgiu a inspiração para a construção de “Simplesmente Ana”. Quis criar uma princesa brasileira, com características comuns às de qualquer menina do Brasil. E meus personagens são pessoas da ficção, frutos da minha imaginação que funciona num ritmo pra lá de acelerado. (risos)

11

SLB – *Momento fã* Menina, preciso perguntar, onde veio a inspiração para o Alexander? Eu fiquei apaixonada, confesso.

M – O Alex reúne as características de vários protagonistas masculinos que marcaram minha vida literária: o Sr. Darcy, de Orgulho e Preconceito, é um deles. Busquei o que há de melhor em cada um e deu no que deu. (risos)

SLB – Você acha que a internet e principalmente os blogueiros literários, ajudam na divulgação do seu trabalho? Qual a importância que você dá a nova tecnologia para os autores atuais?

M – E como! Sem as redes sociais, o contato com os leitores que elas proporcionam, a iniciativa dos blogs de divulgar meu trabalho, não sei se tudo teria acontecido de modo tão rápido e satisfatório para mim. Com a tecnologia, tudo ficou mais fácil. Quando, em outros tempos, um leitor poderia conversar tranquilamente com um escritor? Eu mesma já quis muito conhecer autores que admirava na infância, mas, naquela época, isso era um sonho impossível. Mas gora, não. Viva a internet!

SLB – Quem são os autores nacionais e internacionais que você mais admira?

M – Nossa, são tantos! Quando penso que na minha lista não cabe mais ninguém, surge um novo nome no cenário atual que me arrebata. Mas, para não me esquivar da pergunta, vou citar alguns:

– Nacionais: Érico Veríssimo, Fernando Sabino, Pedro Bandeira, Paula Pimenta, Carol Sabar, Carina Rissi…

– Internacionais: Agatha Christie, Jane Austen, Emily Brontë, Meg Cabot, Sophie Kinsella…

SLB – Se você pudesse mudar agora o final de algum livro que você leu, ou até mesmo de um dos seus livros, o que você escreveria?

M – Puxa! Difícil imaginar. Não sei se mudaria o final de alguma história. Não. Mentira. Acabei de me lembrar: com certeza alteraria o desfecho da saga Divergente, porque, fala sério, Veronica Roth!

SLB – Como foi aquele seu primeiro momento com um fã? Quando ele te reconheceu na rua ou em algum outro lugar?

M – Foi marcante. Eu estava andando, indo ao banco. Então ouvi meu nome e uns risinhos baixos. Não dei muita importância, porque pensei que não fosse comigo. Mas, assim que me preparei para ir ao caixa eletrônico, os risos aumentaram e eu olhei para trás. Duas meninas, de uns doze anos, gritaram: “Não falei que era a Marina Carvalho?” E correram em seguida. Acho que ficaram com vergonha. (risos)

SLB – Qual é seu maior sonho?

M- Viver para ver meus filhos adultos, felizes e realizados.

SLB- Tem planos para um novo livro? Conta um pouco mais.

M- Em agosto, será lançado o segundo volume da série “Simplesmente Ana”, durante a Bienal do Livro de São Paulo. O título é “De repente, Ana”. E, no momento, estou escrevendo o terceiro e último livro da trilogia.

SLB- Gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do Sweet Little Books?

M – Deixo aqui o meu abraço a todos. Vocês são fundamentais nesse processo de consolidação da literatura nacional contemporânea. Obrigada!

13

Rapidinhas (a escolha):

Um filme: O fantasma da ópera

Uma música: atualmente, Sleeping sun (Nightwish)

Uma pessoa: Só uma não dá: Marido, mãe, pai, irmã

Um amor: Meus filhos

Um defeito: Procrastinação (risos)

Uma qualidade: Otimismo

Um lugar: Minha casa

Uma frase: Tudo depende do contexto

E ai, curtiram? Eu amei fazer essa entrevista com uma autora tão fofa e que eu adoro. Estou louca para ler ‘De repente, Ana’, e vocês? *_*

Não esqueçam de acompanhar a Marina das redes sociais:

Site     –     Facebook     –     Twitter     –     Compre Simplesmente Ana     –     Compre Azul da Cor do Mar

XOXO

Para acompanhar o Sweet Little Books nas redes sociais, clique nos links abaixo

Facebook * Twitter * Instagram * Skoob  *  Youtube

Anúncios

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Juliane Freire
    jun 10, 2014 @ 04:05:03

    Lindona ela, né? E super simpática… O livro desse ser muito bom!

    Beijinhos
    +FUN http://futeisuteisenecessarios.blogspot.com.br/

    Responder

  2. Bibi Sousa
    jun 10, 2014 @ 21:24:43

    Não conhecia ela, mas fiquei bem interessada pelo livro.. eu e ela tem algumas coisas em comum, por exemplo ela tem a casa dela como um lugar favorito hahhaha

    http://www.MaybeAnParadise.blogspot.com

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: