PING PONG Interview – com Keila Gon

Hoje eu vou mostrar uma entrevista que eu fiz com a querida Keila Gon, autora de Cores de Outono, publicado pela Editora Novo Século.

DSC03218

SLB- Para início de conversa, me conta um pouco sobre você?

Keila – Nasci em São Paulo, capital, mas morei no interior do estado e passei boa parte da infância e adolescência em Pouso Alegre, Minas Gerais. Pois é, minha família é apaixonada pela natureza, algo hereditário (risos) e depois de anos morando em São Paulo, eu e minha irmã nos divertíamos com a liberdade. Meus pais sempre tiveram sítio (não morávamos neles, mas aproveitávamos muito, principalmente com os amigos) e essa experiência com certeza marcou muito nossas vidas.

Acabamos nos mudamos de novo, (gente, não somos ciganos, juro!), em Campinas finalizei os estudos básicos, me formei aeronauta (sei que vocês vão pesquisar, então vou resumir : “Comissário de voo”), conheci meu marido, entrei na faculdade de Administração, trabalhei em diversas empresas: financeiras, comércio exterior… me casei… e me mudei de novo. Estou em São José dos Campos há 9 anos, minha filha nasceu aqui … e claro, estou de mudança de novo (risos). JURO QUE NÃO É PIADA. Estamos voltando para Campinas ainda este ano, e aqui está uma loucura !!!!

SLB – Quando essa vontade de escrever surgiu?

Keila – Quando ler não era o bastante para alimentar a imaginação.

Sério, nunca me imaginei escrevendo. Comecei por diversão… páginas viraram capítulos… e depois de alguns meses, um livro inteiro.

Recebi incentivo de amigos, da família, meus primeiros leitores (muito críticos) e resolvi levar a história a sério. Foram inúmeras revisões ( e ainda assim, acho que ele precisaria de mais algumas (risos) revisar nunca é demais! ) para diminuir o número de páginas. E isso é difícil. Só para ter ideia, em Word, o livro tinha 674 páginas. Imagina isso? (risos)

Depois do registro BN, enviei para as editoras. Fechei com a Novo Século e o trabalho de publicação começou: correção, diagramação, capa… Todo o processo, de escrever à lançar o livro, levou quase dois anos.

SBL – Você acha que se pudesse voltar no tempo, faria algo diferente para ter outra profissão?

Keila – Não há nada melhor do que trabalhar com sua paixão! Escrever foi um presente. E posso garantir que é mais viciante do que ler (risos).

SLB – Qual foi a inspiração para escrever “Cores de Outono”?

Keila – Muitas… acho que a história da saga foi uma compilação de sensações!

A música me influencia muito. Mas também os filmes, desenhos, livros, cheiros, comidas, pessoas reais, viagens… ahhhh viagens. Lugares inspiradores criam personagens! Posso garantir. Tinha feito uma viagem à Amsterdã pouco antes de começar a escrever  e a atmosfera misteriosa da região, as pessoas, suas lendas… isso inspirou parte dos personagens. Ainda assim, Cores, é um grande quebra cabeça e as montanhas de São Paulo tem papel especial neste livro. Sou apaixonada pelas cidades da Serra da Mantiqueira, principalmente Campos do Jordão. Meus pais moram lá. E a fotografia daquele lugar é um personagem do livro, com certeza : )

123

SLB – A continuação, “Sombras de Primavera”, já tem uma data aproximada de lançamento?

Keila – Ainda Não… *isnirf*. O manuscrito foi enviado para a editora em outubro. Agora é com eles (risos). Mas gente, sério, o processo de revisão até colocar o livro no prelo demora um pouquinho (risos). Provavelmente entre o fim do ano e começo de 2014.

SLB – Preciso perguntar: Qual sua estação do ano predileta?

Keila – (Risos) Outono.

O nome do livro começa com a metáfora do outono. O recomeço, a vida que surpreende e recomeça quando menos esperamos.

Juntei a isso a Teoria de Goethe… sem sombra e Luz, não poderíamos ver as cores.

Daí nasceu a trilogia e grande parte da metáfora das Saga.

As estações vieram para complementar a metáfora. Eu amo o outono, adoro as cores dessa estação, principalmente na minha montanha (risos).

Assim, seguindo a linha de pensamento reverso, onde primavera é pura felicidade, em “Sombras da primavera”, os personagens vão enfrentar dificuldades. E, por fim, em “Luz de inverno”, onde o inverno é o fim, será o “COMEÇO” de suas vidas. Onde estes personagens completam uma jornada de descobertas, e iniciam uma nova… o ciclo da roda da vida.

Aí me perguntam… cadê o verão… Bom, eu não sou fã do verão.  (risos)

SLB – Quem são os autores que você mais admira?

Keila- Nacionais? Hum… José de Alencar, CLARO (doçura que sempre vou amar!!), Kelly Cortez (gente, ela consegue emocionar MESMO), Eleonor Hertzorg  (a imaginação dela me fascina), Eduardo Spohr (inovação)… E tem muitos mais gente (risos).

Bom, internacionais: Jane Austen (a mulher é atemporal… Ahhh Mr. Darcy, ele foi o primeiro mocinho que não é perfeito); Lisa J. Smith (amo essa mulher!!! Ela criou o Damon, amo esse Bad Boy); Frances Mayes (a rainha dos detalhes); Gaston Leroux ( e seu vilão apaixonante), J. K. Rowling (mostrou que a imaginação não tem barreiras nem limites); Stephenie Meyer (ela reinventou o romance ficção com uma linguagem realista )… E, finalmente, a mente fantasiosa e o ritmo alucinante da Collen Houck , sou mmmmuuuiiitttoooo fã dela!!! ( E amo meus Tigres!!!!)

SLB – O que você acha que deveria mudar para os autores brasileiros serem mais valorizados?

Keila – Quotas maiores na editoras para os nacionais… Mas também, espaço de visibilidade nas livrarias.

Já viu onde ficam os nacionais nas livrarias ? Normalmente nas fileiras escondidas do fundão (risos). Isso é preconceito… mas esse paradigma vai sendo quebrado aos poucos. Vejo o número de leitores fãs de nacionais crescer a cada dia… E autores como André Vianco, Eduardo Spohr estão ocupando as vitrines com muito orgulho. Eles estão mudando a visão do brasileiro que livro nacional é chato.

196

SLB – Qual o seu maior sonho?

Keila – Morar na montanha!!! E ter sobre a lareira a saga de Cores, os três livros, um ao lado do outro (risos)

SLB – Como foi aquela primeira experiência com um fã? Quando ele te reconheceu na rua ou em algum lugar?

Keila – Fico surpresa. Na maioria das vezes a ficha não cai… depois MUITO encabulada (risos). É mais fácil eu falar do livro como leitora do que como autora (risos).

Na semana do Livro Nacional em Campinas, duas leitoras me surpreenderam no meio do Bate Papo, mostrando tatuagens idênticas de folhas de Plátano… a que cai na capa do livro, o símbolo do outono… Não preciso dizer que quase enfartei!!!!

SLB – Muito obrigada pela entrevista Keila. Gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do Sweet Little Books?

Keila – “Cores de outono” é uma porta mágica para o mundo da imaginação. Dentro dele vocês encontrarão a fantasia que mora no coração. Sonhos esquecidos, aventuras emocionantes e espero que terminem o passeio com sorrisos no rosto. Convido todos a visitar esse lugar. Sorrir. Ser feliz e deixar a magia encantar!

Eu que agradeço a paciência Anna : ) Adorei as perguntas!!! Beijos e SUCESSO para o “Sweet Little Books”.

Rapidinhas

* Um filme: “A Bela e a Fera”… sim o desenho da Disney de 1992… AMO! SEMPRE!!!

* Uma música: Hummmm… Uma só? Bom, ultimamente, “Higher” do Creed.

* Uma pessoa: Sophia.

* Um amor: Dois.

* Um defeito: Vixe… agora tem que ser um só? Sério? (risos) Bom… Teimosia.

* Uma qualidade: Empatia.

* Um lugar: Montanha.

* Uma frase: “Faça o certo, não o fácil.”

—————*————–

Ela não é uma fofa gente? Eu me encantei =)

Para acompanhar a Keila basta entrar nos link abaixo:

Blog do livro   *    Skoob    *     Fanpage do livro     *     Facebook da autora

Para comprar o livro:

Cores de Outone – Site da Saraiva (clique aqui)

—————*————–

XOXO

Para acompanhar o Sweet Little Books nas redes sociais, clique nos links abaixo

Facebook * Twitter * Instagram * Skoob

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Keila Gon
    dez 08, 2013 @ 00:38:10

    Ohhhhh Carol, obrigada pelo carinho, amei a entrevista!
    Beijos agradecidos e sucesso, sempre!
    keila Gon

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: